Usamos cookies para personalizar su experiencia. Si sigue navegando estará aceptando su uso. Más información.
option

CTB - bateria 6

INFORMACIÓN ESTADÍSTICAS RÉCORDS
REALIZAR TEST
Título del test:
CTB - bateria 6

Descripción:
EXERCICIOS DOS MESTRES DO TRÂNSITO

Autor:
AVATAR
Prof. Fábio Silva
(Otros tests del mismo autor)


Fecha de Creación:
22/09/2013

Categoría:
Test de conducir
Comparte el test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
REALIZAR TEST
Últimos Comentarios
No hay ningún comentario sobre este test.
Temario:
131. Sobre a emissão do certificado de segurança veicular, é indispensável o cadastramento do veículo no: a) RENACH; b) CONTRAN c) RENAVAM; d) CETRAN.
132. Os veículos em circulação terão suas condições de segurança, de controle de emissão de gases poluentes e de resíduo avaliadas mediante inspeção, que será obrigatória, além de para emissão de gases poluentes e ruído pelo: a) CONAMA; b) IBAMA; c) CONTRAN; d) CETESB.
133. Aos veículos reprovados na inspeção de segurança e na de emissão de gases poluentes e ruídos será aplicada: a) multa; b) apreensão do veículo; c) recolhimento do veículo; d) a medida administrativa de retenção.
134. No caso de fabricação artesanal será exigido, para efeito de licenciamento e registro, certificado de segurança expedido: a) pelo CONTRAN; b) por instituição técnica credenciada por órgão ou entidade de metrologia legal; c) pelo CETRAN; d) pelo IPEM.
135. Onde não houver linha regular de ônibus, o transporte de passageiros em veículo de carga ou misto, poderá ser autorizado, a título precário: a) pelo CONTRAN; b) pelo CETRAN; c) pela autoridade com circunscrição sobre a via; d) nenhuma das alternativas.
136. Para que ocorra o previsto na questão anterior, faz-se necessário obedecer as condições de segurança estabelecidas no Código de Trânsito Brasileiro e pelo: a) Sistema Nacional de Trânsito; b) INMETRO; c) CETRAN; d) CONTRAN.
137. O veículo que tiver alterada qualquer de suas características para competição ou finalidade análoga só poderá circular em via pública com licença especial expedida: a) pelo CONTRAN; b) pela autoridade de trânsito; c) pelo CETRAN; d) pelo órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via.
138. O veículo será identificado obrigatoriamente por caracteres gravados: a) nas placas traseira e dianteira; b) nas áreas envidraçadas; c) no chassi ou no monobloco; d) nenhuma das alternativas.
139. As regravações, quando necessárias, dependerão de prévia autorização: a) da autoridade executiva de trânsito; b) do CONTRAN; c) do Coordenador do Sistema Nacional de Trânsito; d) do CETRAN com circunscrição sobre o local onde ocorre a regravação.
140. As regravações de que trata a questão anterior somente serão processadas por estabelecimento pela autoridade determinada na mesma questão anterior, e mediante comprovação: a) de necessidade da regravação; b) de propriedade do veículo; c) de sinistro; d) de exigência do seguro.
141. As placas com as cores verde e amarela da Bandeira Nacional serão usadas somente pelos veículos de representação pessoal: a) dos Governadores; b) dos Presidentes dos Tribunais Federais; c) dos Presidentes de Assembléia Legislativas; d) do Procurados Geral da República.
142. Terão placas especiais os veículos de representação: a) dos Secretários Estaduais e Municipais; b) do Presidente e vice-presidente da República; c) do Presidente do Senado Federal; d) do Presidente da Câmara dos Deputados.
143. São dispensados do uso de placas dianteiras: a) os veículos da União; b) os veículos de 3 rodas; c) os veículos de representação d) os veículos dos Estados membros.
144. Assinale a alternativa incorreta. “ Os veículos devidamente registrados e licenciados, somente quando estritamente usados em serviço reservado de caráter policial, poderão usar placas particulares, desde que os mesmos sejam de propriedade:” a) da União; b) dos Estados; c) do Distrito Federal; d) dos Municípios.
145. As repartições aduaneiras e os órgãos de controle de fronteira comunicarão a entrada e saída temporária ou definitiva de veículos: a) ao CONTRAN; b) ao Sistema Nacional de Trânsito; c) ao CETRAN; d) ao RENAVAM.
146. Os veículos licenciados no exterior não poderão sair do território nacional sem prévia quitação de débitos de multa por infrações de trânsito e o ressarcimento de danos que tiverem causado a bens do patrimônio público respeitado o princípio: a) da reciprocidade; b) da isonomia; c) da anterioridade da lei; d) da legalidade.
147. Todo o veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semi-reboque, deve ser registrado perante o órgão executivo de trânsito: a) do Município de seu proprietário; b) da União c) do Estado de seu proprietário; d) nenhuma das alternativas.
148. O registro de que trata a questão anterior deverá ser providenciado junto: a) ao Município de domicílio de seu proprietário; b) à União; c) ao Estado de domicílio de seu proprietário; d) nenhuma das alternativas.
149. Os órgãos executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal somente registrarão veículos oficiais de propriedade da administração direta, da União, dos Estados do Distrito Federal e dos Municípios, de qualquer um dos poderes, com indicação expressa do nome, sigla ou logotipo do órgão ou entidade em cujo nome o veículo será registrado, por meio de pintura: a) nas áreas envidraçadas; b) nas portas; c) sobre as placas dianteira e traseira; d) no capô dos veículos.
150. Registrado o veículo, expedir-se-á: a) o RENAVAM; b) o RENACH; c) o LCV; d) o CRV.
151. Para expedição do documento determinado na questão anterior, o órgão executivo de trânsito consultará o cadastro do: a) CONTRAN; b) CETRAN; c) RENAVAM; d) CRV.
152. Quando o proprietário mudar o Município de domicílio ou residência será obrigatória a expedição de novo: a) RENAVAM; b) CRV; c) RENACH; d) LCV.
153. No caso de transferência de propriedade, o prazo para o proprietário adotar as providências necessárias à efetivação da expedição do novo documento tratado nas questões anteriores é de: a) 30 dias; b) 45 dias; c) 60 dias; d) 10 dias.
154. No caso de transferência de domicílio ou residência no mesmo Município, o proprietário comunicará o novo endereço num prazo máximo de: a) 30 dias; b) 45 dias; c) 60 dias; d) 10 dias.
155. Na hipótese prevista na questão anterior, o proprietário aguardará o novo licenciamento para alterar o: a) RENAVAM; b) RENACH; c) CLA; d) CRV.
156. A expedição do novo certificado será comunicada ao órgão executivo de trânsito que expediu o anterior e ao: a) RENACH; b) CETRAN; c) CONTRAN; d) RENAVAM;.
157. Para efeito de expedição do novo Certificado de Registro de Veículo, dentre vários documentos exigidos será também exigido comprovante de aprovação de inspeção veicular e de poluentes e ruído, quando for o caso, conforme regulamentações do: a) CONTRAN e INMETRO; b) CONTRAN e CONAMA; c) CONTRAN e CETESB; d) INMETRO e CONAMA.
158. As informações sobre o chassi, o monobloco, os agregados e as características originais do veículo deverão ser prestadas ao: a) RENAVAM; b) CONTRAN; c) CETRAN; d) RENACH.
159. A obrigação de que trata a questão anterior no caso de veículo importado por pessoa física, incumbe ao: a) proprietário; b) fabricante; c) órgão alfandegário; d) importador.
160. As informações recebidas pelo órgão determinado na questão de nº 158 serão repassadas ao: a) RENAVAM; b) CONTRAN; c) CETRAN; d) Órgão executivo de trânsito responsável pelo registro.
Denunciar test Condiciones de uso
INICIO
CREAR TEST
INFORMACIÓN
ESTADÍSTICAS
RÉCORDS
Otros tests del Autor