Usamos cookies para personalizar su experiencia. Si sigue navegando estará aceptando su uso. Más información.
option

CTB - bateria 16

INFORMACIÓN ESTADÍSTICAS RÉCORDS
REALIZAR TEST
Título del test:
CTB - bateria 16

Descripción:
EXERCÍCIOS DOS MESTRES DO TRÂNSITO

Autor:
AVATAR
Prof. Fábio Silva
(Otros tests del mismo autor)


Fecha de Creación:
25/09/2013

Categoría:
Otros
Comparte el test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
REALIZAR TEST
Últimos Comentarios
No hay ningún comentario sobre este test.
Temario:
560. Nos trechos em curvas e em aclives sem visibilidade suficiente, bem como nas passagens de nível, pontes e viadutos, o condutor: a) poderá efetuar ultrapassagens; b) deverá efetuar ultrapassagens; c) não poderá efetuar ultrapassagens; d) não deverá efetuar ultrapassagens.
561. Antes de iniciar qualquer manobra que implique um deslocamento lateral, o condutor deverá indicar seu propósito de forma clara e com a devida antecedência, por meio: a) da luz indicadora de direção de seu veículo; b) da buzina; c) de qualquer sinal sonoro; d) nenhuma das alternativas.
562. A transposição de faixas, movimentos de conversão à direita à esquerda e retornos são: a) proibidos; b) são permitidos; c) são manobras irregulares; d) são entendidos como deslocamento lateral.
563. Nas vias providas de acostamento, a conversão à esquerda e a operação de retorno deverão ser feitas: a) pelo acostamento; b) nos locais apropriados; c) pelo meio da pista; d) pela faixa da esquerda.
564. Nas vias urbanas, a operação de retorno deverá ser feita: a) pelo acostamento; b) pelo bordo da pista; c) nos locais para isto determinados; d) nenhuma das alternativas.
565. O condutor manterá acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa, durante: a) tarde e noite. b) Dia e noite; c) Somente à noite; d) Durante toda a tarde e noite.
566. Nas vias não iluminadas o condutor deve usar: a) luz baixa; b) luzes de posição do veículo; c) lanterna; d) luz alta.
567. Quando sob chuva forte, neblina ou cerração, o condutor manterá acesas pelo menos: a) as luzes de posição do veículo b) lanternas; c) luz baixa; d) deverá acender os faróis.
568. Durante a noite, em circulação, o condutor manterá acesa a luz: a) baixa; b) alta; c) de posição do veículo; d) de placa.
569. Os veículos de transporte coletivo regular de passageiros, quando circularem em faixas próprias a eles destinadas deverão utilizar: a) lanterna; b) farol de luz baixa; c) luzes de posição do veículo; d) farol de luz alta.
570. Os veículos de que trata a questão anterior deverão utilizar-se das luzes ali determinadas nos períodos: a) do dia; b) da noite; c) do dia e noite; d) da tarde e noite.
571. O condutor de veículo só poderá fazer uso de buzina desde que: a) em toques longos; b) em toques breves; c) em toques intermitentes; d) em toques altos.
572. Sempre que for necessária a imobilização temporária de um veículo no leito viário, em situação de emergência, deverá ser providenciada a imediata sinalização de emergência, na forma estabelecida pelo: a) CONTRAN; b) DENATRAN; c) Sistema Nacional de Trânsito; d) CETRAN.
573. A operação de carga e descarga será regulamentada pelo: a) CONTRAN; b) CETRAN; c) DENATRAN; d) Órgão ou entidade com circunscrição sobre a via.
574. A operação tratada na questão anterior será considerada: a) parada irregular; b) parada regulamentada; c) estacionamento; d) nenhuma das alternativas.
575. Nas paradas, o veículo deve ser posicionado no sentido do fluxo: a) paralelo ao bordo da pista de rolamento; b) perpendicular ao bordo da pista de rolamento; c) em sentido transversal ao bordo da pista de rolamento; d) tangenciando o bordo da pista de rolamento.
578. O estacionamento dos veículos sem abandono do condutor poderá ser feito somente nos locais previstos no Código de Trânsito Brasileiro ou naqueles regulamentados: a) pelo CONTRAN; b) pelo CETRAN; c) por sinalização específica; d) por legislação específica.
579. O embarque e desembarque deverão ocorrer sempre: a) sobre a calçada; b) do lado da calçada; c) de modo perpendicular à calçada; d) durante o dia.
581. Nas vias internas pertencentes a condomínios constituídos por unidades autônomas, a sinalização de regulamentação da via será implantada e mantida às expensas: a) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; b) do condomínio; c) do CONTRAN; d) do CETRAN.
582. Para efeito do disposto na questão anterior, é necessária prévia aprovação por parte: a) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; b) do condomínio; c) do CONTRAN; d) do CETRAN.
583. Os veículos de tração animal, sempre que não houver faixa especial a eles destinada, deverão circular pela: a) faixa da direita; b) faixa da esquerda; c) direita da pista; d) esquerda da pista.
584. Quando uma via comportar duas ou mais faixas de trânsito e a da direita for destinada ao uso exclusivo de outro tipo de veículo, os ciclomotores deverão circular: a) pelo acostamento; b) pela faixa da direita; c) pela faixa da esquerda; d) pela faixa adjacente à da direita;.
585. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento: a) no meio da pista de rolamento; b) nos bordos da pista de rolamento; c) na faixa da direita; d) na faixa da esquerda.
586. Na hipótese tratada na questão anterior, o deslocamento das bicicletas deverá ser feito: a) no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via; b) no sentido contrário ao da circulação regulamentado para a via; c) em sentido oposto ao regulamentado para a via; d) nenhuma das alternativas.
587. O responsável por autorizar a circulação de bicicletas em sentido diferente ao determinado na questão anterior é: a) a autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via; b) o CONTRAN; c) o CETRAN; d) o DENATRAN.
588. Para efeito do disposto na questão anterior é necessário: a) estudo prévio acerca das condições de trânsito na via; b) a existência de acostamento; c) a existência de sinalização específica; d) a existência de ciclofaixa.
592. A velocidade máxima permitida para a via será: a) indicada por meio de sinalização; b) determinada pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; c) determinada pelo CONTRAN; d) determinada pelo CETRAN.
593. Será permitida a circulação de bicicletas nos passeios, desde que autorizados e devidamente sinalizado: a) pelo CONTRAN; b) pelo CETRAN; c) pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; d) pelo DETRAN.
599. As crianças com idade inferior a dez anos deverão ser transportadas nos bancos traseiros, salvo exceções regulamentadas pelo: a) DETRAN; b) DENATRAN; c) CONTRAN; d) CETRAN.
604. Em direitos e deveres, o ciclista desmontado empurrando a bicicleta equipara-se: a) a qualquer outro ciclista b) a qualquer veículo ciclomotor; c) aos animais; d) ao pedestre.
605. Nas áreas urbanas quando não houver passeios ou quando não for possível a utilização destes, a circulação de pedestre na pista de rolamento será feita com prioridade: a) sobre os animais; b) sobre os veículos; c) sobre os automóveis; d) sobre os ciclistas.
608. Onde não houver faixa ou passagem para pedestre, o cruzamento deverá ser feito: a) em sentido transversal ao de seu eixo; b) em sentido paralelo ao de seu eixo; c) em sentido perpendicular ao de seu eixo; d) em sentido tangencial ao de seu eixo;.
609. Nas interseções e em suas proximidades, onde não existam faixas de travessia, os pedestres devem atravessar a via: a) na esquina; b) na continuação da calçada; c) em sentido transversal ao eixo da pista; d) nenhuma das alternativas.
610. Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada, em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos, preferência de passagem: a) aos ciclomotores; b) aos veículos; c) aos ciclistas; d) aos pedestres.
611. O dever de manter, obrigatoriamente, as faixas e passagens de pedestres em boas condições de visibilidade, higiene, segurança e sinalização é: a) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; b) do CONTRAN; c) do CETRAN; d) da Prefeitura se via municipal.
612. O direito de solicitar, por escrito, sinalização, fiscalização e implantação de equipamentos de segurança, bem como sugerir alterações em normas, legislação e outros assuntos é: a) dos Policiais Militares; b) do cidadão; c) dos agentes de trânsito; d) dos órgãos que compõem o Sistema Nacional de Trânsito.
614. O dever de esclarecer quais as atribuições dos órgãos e entidades pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito incumbe: a) ao CONTRAN; b) ao CETRAN; c) ao DETRAN; d) às campanhas de trânsito.
624. A criação de corpos técnicos interprofissionais para levantamento e análise de dados estatísticos relativos ao trânsito será feita pelo: a) Ministério da Educação e do Desporto; b) Ministério da Justiça; c) CONTRAN; d) DENATRAN.
625. Para efeito do disposto na questão anterior, é necessária proposta do: a) Ministério da Educação e do Desporto; b) Ministério da Justiça; c) CONTRAN; d) DENATRAN.
629. Assinale a alternativa incorreta. O desenvolvimento e implementação de programas destinados à prevenção de acidentes será feito: a) pelo Ministério da Saúde; b) pelo Ministério da Educação e do Desporto c) pelo Ministério do trabalho, dos transportes e da Justiça d) As alternativas se completam.
Denunciar test Condiciones de uso
INICIO
CREAR TEST
INFORMACIÓN
ESTADÍSTICAS
RÉCORDS
Otros tests del Autor