Usamos cookies para personalizar su experiencia. Si sigue navegando estará aceptando su uso. Más información.
option

CTB - Bateria 5

INFORMACIÓN ESTADÍSTICAS RÉCORDS
REALIZAR TEST
Título del test:
CTB - Bateria 5

Descripción:
EXERCICIOS DOS MESTRES DO TRANSITO

Autor:
AVATAR
Prof. Fábio Silva
(Otros tests del mismo autor)


Fecha de Creación:
22/09/2013

Categoría:
Otros
Comparte el test:
Facebook
Twitter
Whatsapp
REALIZAR TEST
Últimos Comentarios
AVATAR
GEOVANE-GMR ( hace 5 años )
MUITO BOA A INICIATIVA!
Responder
AVATAR
ThiegoG ( hace 5 años )
muito boa a iniciativa, parabens são poucas pessoas que ajudam os concurseiros. grato desde já.
Responder
Temario:
101. Os locais destinados a postos de gasolina, por exemplo, deverão Ter suas entradas e saídas devidamente identificadas, na forma regulamentada: a) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; b) dos componentes do Sistema Nacional de Trânsito; c) do CETRAN; d) do CONTRAN.
102. Os sinais de trânsito classificam-se em: I – verticais; II – horizontais; III – luminosos; IV – sonoros: Com base na classificação acima responda: a) todas estão incorretas; b) todas estão corretas; c) somente I e II estão corretas: d) somente II e IV estão corretas.
103. O responsável pela implantação da sinalização, respondendo pela sua falta, insuficiência ou incorreta colocação é: a) o CETRAN; b) o CONTRAN; c) o órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; d) o DENATRAN.
104. a edição de normas complementares no que se refere à interpretação, colocação e uso da sinalização incumbe: a) ao CONTRAN; b) ao CETRAN; c) aos órgãos componentes do Sistema Nacional de Trânsito d) ao órgão ou entidade com circunscrição sobre a via.
105. O estabelecimento das normas e regulamentos a serem adotados em todo o território nacional quando da implementação das soluções adotadas pela Engenharia de Tráfego cabe: a) ao Coordenador do Sistema Nacional de Trânsito; b) aos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito; c) aos CETRANs; d) ao CONTRAN.
106. Nenhum projeto de edificação que possa transformar-se em pólo atrativo de trânsito poderá ser aprovado sem prévia anuência: a) do CONTRAN b) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; c) do Coordenador do Sistema Nacional de Trânsito; d) do CETRAN.
107. Para efeito do disposto na questão anterior, faz-se necessário ainda que, do projeto conste: a) área para estacionamento e indicação das vias de acesso adequadas b) área para estacionamento e praça de alimentação; c) praça de alimentação e indicação das vias e acesso adequadas; d) nenhuma das alternativas.
108. É proibida a utilização das ondulações transversais e de sonorizadores como redutores de velocidade, salvo em casos especiais definidos: a) pelo CONTRAN; b) pelo Sistema Nacional de Trânsito; c) pelo CETRAN; d) pelo órgão ou entidade competente.
109. Para efeito da previsão feita na questão anterior, as ondulações transversais e sonorizadores deverão seguir padrões e critérios estabelecidos pelo: pelo CONTRAN; b) pelo Sistema Nacional de Trânsito; c) pelo CETRAN; d) pelo órgão ou entidade competente.
110. Nenhuma obra ou evento que possa perturbar ou interromper a livre circulação de veículos ou pedestres, ou colocar em risco sua segurança, será iniciada sem permissão prévia: a) do Delegado de Trânsito com circunscrição sobre o local; b) do CONTRAN; c) do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via; d) do CETRAN.
111. No caso de obra ou evento, a obrigação de sinalizar é: a) do CETRAN; b) do responsável pela obra ou evento c) do CONTRAN; d) do órgão ou entidade com circunscrição sobre a via.
112. Qualquer interdição das vias, com indicação dos caminhos alternativos a serem utilizados, será avisada à comunidade: a) pelo CONTRAN; b) pelo responsável pela interdição; c) pela autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via; d) pelo CETRAN.
113. O aviso de que trata a questão anterior deverá ser feito com uma antecedência mínima de: a) 48 horas; b) 24 horas; c) 72 horas; d) 36 horas.
114. A inobservância do disposto nas duas questões anteriores será punida com multa que varia entre: a) 50 e 300 reais; b) 100 e 300 reais; c) 100 e 300 UFIR; d) 50 e 300 UFIR.
115. Ao servidor público responsável pela inobservância das normas previstas nas questões anteriores, será aplicada multa diária: a) pelo CETRAN; b) pela autoridade de trânsito; c) pelo órgão ou entidade executivo de trânsito com circunscrição sobre a via; d) pelo CONTRAN.
116. A base da multa de que trata a questão anterior será de: a) 80% do dia de vencimento ou remuneração devida enquanto permanecer a irregularidade; b) 60% do dia de vencimento ou remuneração devida enquanto permanecer a irregularidade c) 50% do dia de vencimento ou remuneração devida enquanto permanecer a irregularidade; d) 25% do dia de vencimento ou remuneração devida enquanto permanecer a irregularidade.
117. Quanto à tração, os veículos classificam-se em: I – automotor; II – de passageiros; III – de carga; IV – elétrico. Estão corretas: a) I e II; b) I e IV c) II e III d) I e III.
118. Já, quanto à espécie, os veículos classificam-se em: I – de competição: II – de propulsão humana: III – de tração: IV – reboque ou semirreboque. Estão corretas: a) I e II; b) I e IV c) II e III d) I e III.
119. As características dos veículos, suas especificações básicas, configuração e condições essenciais para registro, licenciamento e circulação serão estabelecidas: a) pelo CONTRAN; b) pelo Coordenador do Sistema Nacional de Trânsito; c) pelo CETRAN; d) pelo DENATRAN.
120. Nenhum proprietário ou responsável poderá fazer ou ordenar que se faça no veículo modificações de suas características de fábrica sem prévia autorização: a) dos órgãos ou entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito; b) do CONTRAN; c) da autoridade competente; d) do Coordenador do Sistema Nacional de Trânsito.
121. Os veículos e motores novos e usados que sofrerem alterações ou conversões são obrigados a atender os mesmos limites e exigências de emissão de poluentes e ruído previstos pelos: a) órgãos ambientais e normas do Sistema Nacional de Trânsito; b) órgãos ambientais e CONTRAN; c) CONTRAN e normas do Sistema Nacional de Trânsito; d) Nenhuma das alternativas.
122. De acordo com o determinado na questão anterior, a responsabilidade pelo cumprimento das exigências cabe: a) somente ao proprietário do veículo; b) somente à fábrica; c) somente à entidade executora das modificações; d) à entidade executora das modificações e ao proprietário do veículo.
123. Somente poderá transitar pelas vias terrestres o veículo cujo peso e dimensões atenderem aos limites estabelecidos pelo: a) órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via; b) Sistema Nacional de Trânsito; c) CONTRAN; d) DENATRAN.
124. Os equipamentos fixos ou móveis utilizados na pesagem de veículos serão aferidos de acordo com a metodologia e na periodicidade estabelecidas pelo: a) CONTRAN; b) INMETRO; c) IPEM; d) Nenhuma das alternativas.
125. Nenhum veículo ou combinação de veículos poderá transitar com lotação de passageiros, com peso bruto total, ou com peso bruto total combinado com peso por eixo superior ao fixado pelo: a) INMETRO; b) IPEM. c) CONTRAN; d) Fabricante.
126. Ao veículo ou combinação de veículos utilizado no transporte de carga indivisível, que não se enquadre nos limites de peso e dimensões estabelecidos por autoridade competente, poderá ser concedida autorização especial de trânsito, com prazo certo, válida para cada viagem, atendidas as medidas de segurança necessárias: a) pelo CONTRAN; b) pela autoridade com circunscrição sobre a via; c) pelo INMETRO; d) pelo IPEM.
127. Aos guindastes autopropelidos ou sobre caminhões poderá ser concedida a autorização de que trata a questão anterior, com prazo de: a) 6 meses; b) 12 meses; c) 3 meses; d) 2 meses.
128. A fixação dos requisitos mínimos e a forma de proteção das cargas, de acordo com sua natureza, será de competência: a) da autoridade com circunscrição sobre a via; b) do IPEM; c) do CONTRAN; d) do INMETRO.
129. O veículo só poderá transitar pela via quando atendidos os requisitos e condições de segurança estabelecidos: a) pelo CONTRAN; b) pela autoridade com circunscrição sobre a via; c) pelo INMETRO; d) pelo Código de Trânsito Brasileiro.
130. Dentre os incumbidos da emissão do certificado de segurança não se enquadra: a) os fabricantes; b) os modificadores de veículos; c) os importadores; d) os montadores.
Denunciar test Condiciones de uso
INICIO
CREAR TEST
INFORMACIÓN
ESTADÍSTICAS
RÉCORDS
Otros tests del Autor